Ferramentas Pessoais
Você está aqui: Página Inicial Campi João Pessoa Notícias Participantes do Projeto Mulheres Mil confraternizam na capital.
Ações do documento
14/12/2010 às 14h31

Participantes do Projeto Mulheres Mil confraternizam na capital.

A festividade marca a o encerramento desta etapa do programa de Educação de Jovens e Adultos (EJA) Fundamental e o início do Programa de qualificação de artesanato em papel e resíduos de pescas.

Participantes do Projeto Mulheres Mil confraternizam na capital.

Alunas do Projeto Mulheres Mil em aula

Para comemorar as conquistas na promoção de educação, cidadania e desenvolvimento sustentável entre as beneficiadas pelo Projeto Mulheres Mil. A coordenação do programa realizará uma confraternização natalina nesta terça-feira (20), às 13h no auditório II do Instituto Federal da Paraíba (IFPB), no Campus João Pessoa.

A festividade marca o encerramento desta etapa do programa de Educação de Jovens e Adultos (EJA) Fundamental, e o início do Programa de qualificação de artesanato em papel e resíduos de pescas.

Na ocasião as alunas beneficiadas pelo programa, juntamente com a equipe multidisciplinar envolvida no projeto, poderão apreciar a boa música brasileira com a apresentação do grupo de clarinete do IFPB, coordenado pelo professor Draylton Siqueira.

No momento, 49 mulheres participam do projeto e estão mudando suas perspectivas em relação a vida e ao futuro. “Muitas delas já externaram o desejo de prosseguir os estudos depois que se desvincularem do projeto”, disse a gerente do projeto Cleomar Bezerra Porto.

Outro ponto positivo observado pela subgerente do projeto Maria Zélia Batista é a mudança verificada no cotidiano dessas alunas. “As mulheres envolvidas no projeto tiveram um notável aumento na auto-estima e já estão colocando em prática o aprendizado adquirido durante o curso representando um impacto positivo no convívio tanto com a família quanto com a comunidade".

O Projeto Mulheres Mil no IFPB  envolve a área de meio ambiente, artesanato e pesca e favorece mulheres dos municípios de Bayeux e Cabedelo. Para um melhor aproveitamento, as disciplinas do curso estão relacionadas com o modo de vida na comunidade onde vivem as beneficiadas.

As alunas têm aulas de Ciências e meio ambiente, Geografia, Português, Matemática, artes e reciclagem, Saúde da mulher, Inclusão digital, Atividades aquáticas e Alfabetização para aquelas que não tiveram acesso a escola anteriormente. Dentre as participantes onze estão em processo de alfabetização.

Por Iris Souto Maior - Jornalista do IFPB

Fotos Petrônio Lins