Ferramentas Pessoais
Você está aqui: Página Inicial Reitoria Notícias Avaliando a agenda em Brasília
Ações do documento
11/07/2011 às 17h23

Avaliando a agenda em Brasília

— registrado em:

O reitor e os diretores-gerais acreditam que prevaleceu o espírito público no encontro dos gestores com os parlamentares.

Avaliando a agenda em Brasília

Chegada ao congresso para a audiência

Para o Reitor, professor João Batista de Oliveira Silva, os compromissos em Brasília deixaram um saldo muito positivo, tanto no Congresso Nacional, quanto na SETEC. “O Parlamento Paraibano deu uma grande demonstração de espírito público e compromisso com a educação brasileira e paraibana, em particular, ao se sensibilizar em destinar emendas orçamentárias para viabilizar investimentos estratégicos de crescimento institucional. No MEC, tivemos a ratificação do reconhecimento de nosso trabalho que, espero, aumenta em responsabilidade, pois a sociedade anseia por progressiva melhoria na educação, sem permitir descompassos. Estou feliz com isso, o que deve fazer com que a minha equipe continue empreendendo esforços para qualificar continuamente o padrão de nossos serviços educacionais.”

Avenzoar BrasiliaPara o diretor-geral do campus de Cabedelo, professor Avenzoar Arruda, o IFPB recebeu grande demonstração de prestígio perante a bancada paraibana no Congresso Nacional. “Como ex-parlamentar, posso assegurar que não é comum uma única Instituição pública reunir tantos parlamentares numa mesma ocasião. E de forma exclusiva, como foi o caso desse encontro. Os Deputados e Senadores reconhecem, sem dúvidas, o potencial da Instituição.”

O diretor-geral do campus de Patos, Fernando Gurjão, ficou impressionado com a receptividade que o corpo dirigente teve nos dois encontros. “É gratificante comprovar como nossa Instituição é respeitada e reconhecida. Isso aumenta substancialmente a nossa responsabilidade”

Já o diretor-geral de Monteiro, professor Ricardo Lima, reconhece que os encontros sinalizam para as perspectivas de crescimento do IFPB. “A sociedade aguarda mais investimentos e as demandas são muito crescentes, daí a importância desses encontros para demarcar esses tempos de crescimento emergente.”

Joabson Nogueira, diretor-geral do campus João Pessoa, destaca que encontros como Joabson - brasiliaesses devem ser rotina na Instituição. “Tanto no Congresso quanto no MEC sentimos o quanto o IFPB é reconhecido publicamente, o que faz com que esses encontros passem a ter regularidade.”

Valnir Lira, diretor-geral do campus de Cajazeiras, externou a sua alegria em desfrutar dos encontros. “O IFPB é uma Instituição que tem marca reconhecida e respeitada em todos os segmentos da sociedade. Os gestores se sentem lisonjeados, mas também compromissados em perseguir obstinadamente as metas estabelecidas em prol da mesma.”

Brasília 4Para Verônica Arnaud, os encontros referendam a relevância do papel de todos no processo educacional. “Ser IFPB, hoje, é ser aderente aos anseios da juventude e da maturidade também, pois formamos adultos igualmente, e nosso compromisso é com a manutenção desse prestígio que recebemos em Brasília, representando nossa Instituição.”

O professor Marcos Ordonho, diretor-geral do campus de Princesa Isabel, reconhece os méritos dos encontros e destaca a satisfação por ter podido deles participar. “É nessas horas que a gente reflete mais amiúde o grau de nossas responsabilidades como gestores públicos. O reconhecimento da sociedade engrandece nossa Instituição e a coloca na vanguarda da formação humana.”

Já o diretor-geral do campus Campina Grande, professor Cícero Nicácio, os encontros inauguramdiretores em brasilia novos tempos. “É a assinalação de novos tempos. Ser detentor de prestígio pelo parlamento, que sintetiza a representação da sociedade, destaca a centralidade de nossa missão, como âncora de transformação de vidas, mas realça também a lógica de sermos a vitrine focada pelos olhares críticos, cobrada incessantemente. E assim deve ser”.

 

  • Ascom com as informações da Reitoria