Ferramentas Pessoais
Você está aqui: Página Inicial Reitoria Notícias Centro de Referência: IFPB entra no combate ao crack
Ações do documento
18/02/2011 às 08h48

Centro de Referência: IFPB entra no combate ao crack

— registrado em:

Aconteceu em Brasília, nesta quinta-feira(17), a solenidade de lançamento do Plano Integrado de Enfrentamento ao Crack e outras Drogas.

 

O Plano Integrado de Enfrentamento ao Crack e outras Drogas foi um dos principais pontos da pauta dos reitores dos institutos federais reunidos, nesta quinta-feira (17), em Brasília, pela Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas(Senad). O evento marcou o início da implantação dos Centros Regionais de Referência em Drogas na Rede Federal e outras instituições de ensino superior.

A solenidade contou com a participação da presidente Dilma Rousseff e representantes dos Ministérios da Justiça, Educação, Saúde e Desenvolvimento Social e Combate a Fome. Os reitores participaram do evento acompanhados do ministro da Educação, Fernando Haddad.

O reitor do IFPB João Batista Oliveira disse que a presidente Dilma conclamou a participação de médicos, psicólogos, enfermeiros, assistentes sociais e agentes comunitários em uma luta sem quartel contra o crack.

João Batista informou que “os centros regionais de referencia serão responsáveis pela capacitação de aproximadamente 14,7 mil profissionais”. “Eles serão treinados para oferecer tratamento aos usuários e dar apoio às famílias das vítimas”, completou o reitor do IFPB.

O Instituto Federal da Paraíba conquistou por meio de edital, recursos na ordem de R$ 300 mil do Fundo Nacional Antidrogas para capacitação desses profissionais. O Centro de Referência no IFPB é coordenado pela professora Vânia Maria de Medeiros que também participou do evento em Brasília.

Para garantir o êxito das ações do órgão, o Centro deve apresentar para os próximos 12 meses, um elenco de cursos de capacitação prevendo o gerenciamento de casos, a reinserção social e o aconselhamento motivacional, dentre outros temas pertinentes ao combate do crack e outras drogas.

O professor João Batista lembrou, ainda, o sucesso do IFPB nesse campo social e enalteceu o trabalho do atual grupo envolvido na condução dos trabalhos e todos aqueles que ao longo da história da instituição concentraram esforços para ajudar pessoas vitimadas pelas drogas.

“Somos uma instituição de ensino, pesquisa e extensão e precisamos aprofundar nossos estudos nessa área e oferecer a sociedade um retorno coerente com a nossa missão de educar e bem servir a sociedade paraibana”, finalizou o reitor João Batista.

 

* Por Filipe Donner - Jornalista