Ferramentas Pessoais
Você está aqui: Página Inicial Reitoria Notícias Comunicadores da Rede Federal se reúnem e traçam diretrizes para a política de comunicação dos institutos
Ações do documento
28/08/2011 às 18h52

Comunicadores da Rede Federal se reúnem e traçam diretrizes para a política de comunicação dos institutos

— registrado em:

O encontro aconteceu em Brasília nos dias 25 e 26.

Comunicadores da Rede Federal se reúnem e traçam diretrizes para a política de comunicação dos institutos

Mesa de abertura do Encontro de Comunicadores

O IFPB participou, nos dias 25 e 26, do 5º Encontro de Comunicadores da Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica, realizado em Brasília. O evento foi promovido pelo Ministério da Educação através da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec) e teve por objetivo integrar e debater estratégias de comunicação e outros temas de interesse comum aos institutos.

O Secretário da Setec, Eliezer Pacheco abriu o evento, fazendo um levantamento sobre a educação profissional e tecnológica no país e reafirmou a importância da comunicação na construção e fortalecimento da imagem institucional. Além do Secretário, participaram da mesa de abertura, o presidente do Conif, Claudio Ricardo Gomes de Lima, o coordenador de comunicação social da Setec, Fernando Grossi, o chefe de assessoria de comunicação do MEC, Ary Franco Sobrinho e o assessor de comunicação social dos Correios, Felipe de Angelis.

Brasilia - palestra Patricia BarcelosApós a abertura oficial, a Diretora de Integração das Redes de Educação Profissional e Tecnológica, Patrícia Barcelos, apresentou os programas Pronatec e Mulheres Mil. Este último já alcançou o índice de mais de 1.100 mulheres beneficiadas em todo país nos anos de 2008 a 2011. Já o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) é uma das metas de erradicação da miséria e promete ampliar o acesso aos cursos técnicos da rede federal e estadual, beneficiando estudantes do Ensino Médio e do EJA, trabalhadores e participantes dos programas federais de transferência de renda.

Ainda no primeiro dia do Encontro, foi abordado o tema Acessibilidade nos sites das Instituições da Rede Federal de EPT, através dos especialistas doBrasilia - palestra acessibilidade IFCE, Robson Façanha e Francisco Alves e Woquiton Lima Fernandes, do IFBaiano. O grupo ressaltou a necessidade dos portais institucionais atenderem ao decreto nº 5296/2004, que torna a acessibilidade obrigatória nos portais da administração pública. “A acessibilidade deve estar presente em todas as mídias, não só na internet”, explica Woquinton Lima, que é desenvolvedor web. Ele lembra que os portais devem atender aos requisitos de usabilidade e comunicabilidade e se colocou a disposição para orientações futuras. “É necessário que os profissionais de comunicação trabalhem em conjunto com os da TI estabelecendo uma parceria e conscientizando para a acessibilidade”, comentou Woquinton.

Finalizando o primeiro dia do evento, foi formado um grupo de trabalho que tratará sobre a Política Organizacional das Assessorias de Comunicação das instituições da Rede Federal e ainda um grupo de pesquisa sobre Comunicação e Educação.

Brasilia - Jorge DuartePara tratar sobre a experiência de implantação de uma política de comunicação institucional foi convidado o Assessor Especial da Secretaria de Comunicação da Presidência, Jorge Duarte. Dentre outros aspectos Duarte fez um estudo de caso sobre a assessoria de comunicação da Embrapa e os resultados positivos alcançados após a prática de um planejamento estratégico em comunicação. “A comunicação institucional existe para atender os seus princípios. Ela deve ser estratégica e diferenciada para cada público e ainda deve ser integrada, ajudando a organização a cumprir seus objetivos”, afirmou Duarte.

Durante a programação do evento foi anunciado o processo de concessão de outorga de rádios e TV com finalidade educativa, no qual os Institutos Federais poderão participar. “Os IFs e os Cefets poderão se candidatar aos avisos de habilitação. O primeiro aviso está previsto para o final de agosto”, afirmou o Assessor Técnico da Diretoria da Rede Federal, José Luiz do Nascimento Sóter. Na Paraíba, as cidades contempladas nos avisos de habilitação para rádio educativa foram Campina Grande e Cajazeiras.

José Soter falou ainda sobre novas mídias, especificamente a rádio web e a proposta deBrasilia - Encontro de comunicadores implementar em cada IF um estúdio. “Rádio Web é uma rádio hospedada na internet, com servidor streaming, para transmissão ao vivo de programação radiofônica, podendo formar uma rede de comunicação entre os IF e seus Campi”, disse Sóter. Para este projeto ser posto em prática foi montada uma equipe de implantação e cada Instituto inscreveu um representante.

O último tema do evento foi a publicidade e a marca dos Institutos Federais, onde foi apresentado o manual de uso da marca, orientações sobre ações de comunicação, campanhas. Os IFs poderão enviar sugestões para enriquecerem o manual de uso da marca no prazo de 15 dias.

 

*Patrícia Nogueira - Jornalista do IFPB