Ferramentas Pessoais
Você está aqui: Página Inicial Reitoria Notícias Consulado dos EUA estuda formas de parcerias com o IFPB
Ações do documento
06/12/2012 às 23h37

Consulado dos EUA estuda formas de parcerias com o IFPB

— registrado em:

O objetivo é promover intercâmbio de docentes e alunos

O Consulado dos Estados Unidos no Recife, por meio da vice-consulesa Catherine Fischer visitou na manhã dessa quinta-feira, dia 6, a Reitoria do IFPB com o objetivo estudar formas de parceria para promover o intercâmbio entre o IFPB e universidades americanas, tanto para professores quanto para alunos.

Fischer foi recebida pelo reitor em exercício Paulo de Paulo de Tarso Costa Henriques, pelo diretor-geral do Campus João Pessoa Joabson Nogueira de Carvalho e a pela assessora internacional Verônica Edmundson. Também participou da reunião a jornalista Ana Neves, que atuou como contato inicial para a aproximação entre o consulado e a instituição. Durante a reunião, Paulo de Tarso falou sobre a expansão da Instituição, as áreas de atuação bem como sobre os cursos ofertados.

Um dos temas principais da reunião foi o Projeto de Implantação de Pomares Agroecológicos na Comunidade de Cajazeiras Velha. O projeto que tem entre os objetivos contribuir para o desenvolvimento da comunidade promovendo a redução do êxodo rural tem se destacado pelos resultados positivos que tem alcançado.

O projeto que é desenvolvido pelos alunos do Curso de Tecnologia em Agroecologia Maria do Carmo Amorim e Fernando Julião Medeiros Júnior, sob a orientação da professora Kátia Cristina Gurjão e com o apoio de Ana Neves chamou a atenção do consulado e pode ser o ponto de partida desta parceria. Conheça mais sobre o projeto.

A vice-consulesa pretende agendar para fevereiro uma visita técnica ao Campus Sousa para conhecer o de perto o projeto. 

Para a assessora de internacional do IFPB Verônica Edmundson esta pode ser uma excelente oportunidade de ampliar o número de integrantes do IFPB em Programas de intercâmbio. Para ela é muito importante capacitar não só alunos mas também servidores da Instituição (professores e técnico-administrativos). “É muito importante que haja capacitação de professores porque eles ficam na Instituição. Uma vez capacitado, ele tende a multiplicar o conhecimento adquirido para inúmeras outras pessoas e com isso fazer a rede crescer”, frisa. 

Verônica afirmou que o IFPB tem condições de receber professores e alunos e de prepará-los, através de cursos de imersão de português para estrangeiros, para passar um tempo estudando no Brasil e participando das atividades de pesquisa e extensão.

Para Fischer o intercâmbio pode proporcionar aos dois países além da troca de experiência um intercâmbio cultural.“Os intercâmbios são muito importantes para ambos os países porque o Brasil é muito importante para o mundo e não obstante os americanos só conhecem o Rio de Janeiro assim como os Brasileiros só conhecem Miame, ambos os países são muito grandes e possuem muita diversidade de pessoas e de cultura. para atender a professores e alunos nós oferecemos intercâmbio para professores e estudantes em Oklahoma, Califórnia e Miame”.

Leia matérias sobre o Projeto de Agroecologia

Projeto de alunos do Curso de Agroecologia é destaque em rede latina de comunicação

Alunos do Campus Sousa participam de audiência com secretário executivo do Ministério da Integração Nacional

 

Iris souto Maior - jornalista da Reitoria/AScom