Ferramentas Pessoais
Você está aqui: Página Inicial Reitoria Notícias Emoção na cerimônia de encerramento de cursos do Pronatec em JP
Ações do documento
19/10/2012 às 18h20

Emoção na cerimônia de encerramento de cursos do Pronatec em JP

— registrado em:

Prefeito e autoridades da Reitoria prestigiam a entrega dos certificados

Emoção na cerimônia de encerramento de cursos do Pronatec em JP

Pró-reitor Paulo de Tarso e a aluna Juliana Soares

Uma tarde marcada pela emoção. Assim pode ser resumida a cerimônia de encerramento dos primeiros cursos do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) no campus João Pessoa do IFPB, nessa quinta-feira. Após meses de dedicação às aulas, 91 pessoas de diferentes faixas etárias receberam seus certificados no programa que o Governo Federal criou com vistas à rápida inserção no mundo do trabalho. Foram cinco cursos na modalidade de Formação Inicial Continuada (FIC): Almoxarife, Atendente de Lanchonete, Auxiliar Administrativo, Auxiliar de Pessoal e Operador de Áudio.

A solenidade contou com a presença do prefeito da Capital paraibana, Luciano Agra, já que a Prefeitura é uma das demandantes dos cursos, juntamente com a Superintendência do Trabalho e Emprego na Paraíba, representada na ocasião por Rodolfo Catão. O reitor substituto do Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia da Paraíba, Paulo de Tarso Costa Henriques, conduziu a solenidade no Auditório José Marques, ao lado da diretora-geral substituta do Campus JP, Joselí Maria da Silva, da pró-reitora de Extensão, Edelcides Gondim e do coordenador do Pronatec no Campus JP, Marcílio Dias. A representante da Secretaria de Educação da Paraíba, Ivanilda Gentle, e o secretário de Desenvolvimento Social da Capital, Antônio Jacome Filho, compuseram a mesa de autoridades.

As grandes estrelas da cerimônia, porém, foram os estudantes, que se revezaram na tribuna para destacar o momento de superação dos desafios ao concluir o curso. Essa foi a tônica do discurso dos representantes de turma: Jéssica Cristina Barbosa, Osvaldo Nunes Barreto e Josélia Chagas. A aluna Maria de Fátima Costa, que aos 54 anos voltou à sala de aula, disse que se sentiu estimulada pela turma de Auxiliar Administrativo. “Depois de 21 anos trabalhando, eu estava pela terceira vez no seguro desemprego, o curso foi um desafio, mas vocês me ensinaram: desistir nunca, caminhar sempre”. Luciano Anselmo, do curso de Operador de Áudio, fez um apelo aos colegas “para que fosse apenas um início de novas capacitações”.  

Esse voto de que o curso do Pronatec seja a porta de entrada também foi ressaltado pelo professor Paulo de Tarso. O pró-reitor de Ensino informou que devem ser ofertados cursos do Pronatec através da educação a distância. A Pró-reitora de Extensão informou que há 3.600 estudantes do Pronatec nos 10 campi do IFPB, sendo 1210 na Capital. “Temos 61 das 87 turmas propostas funcionando, todos os campi abraçaram o programa e estão muito envolvidos”.

O prefeito frisou que o Pronatec “é um trabalho de base que deve fortalecer a economia local”. Luciano Agra destacou que os concluintes no IFPB terão uma aceitação diferenciada no mercado pela credibilidade da instituição. “Minha filha faz ensino superior aqui, isso é um sinal da confiança dos pais no IFPB que vem sendo nosso parceiro em muitas ações”, ressaltou.

O discurso mais emocionante foi o do professor Marcílio Dias que parabenizou a cada concluinte e servidor pela paciência em superar desafios do programa pioneiro. “Fazer educação nesse país é um desafio glorioso”, finalizou. O mesmo tom emocionado esteve nas falas dos docentes Rosalva Guedes e Márcio Carvalho que frisaram o aprendizado que tiveram com as turmas.

A cerimônia foi abrilhantada pela Camerata formada com alunos IFPB, sob regência da professora Marina Zenaide, e pelo Grupo de Sax, regido por Draylton Siqueira, que continuou animando os presentes durante o coquetel.

Para ver mais fotos, acesse o álbum na página no Facebook: IFPB Oficial

 http://www.facebook.com/media/set/?set=a.441879872515887.87006.261855270518349&type=3

Texto: Ana Carolina Abiahy – jornalista do IFPB

Fotos: Patrícia Larrothiere – estagiária do IFPB