Ferramentas Pessoais
Você está aqui: Página Inicial Reitoria Notícias Escolas Públicas e Privadas podem concorrer ao prêmio Microsoft Educadores Inovadores 2012
Ações do documento
21/05/2012 às 11h30

Escolas Públicas e Privadas podem concorrer ao prêmio Microsoft Educadores Inovadores 2012

— registrado em:

Em sua 7ª edição, o prêmio reconhece os melhores projetos educacionais que utilizam tecnologia para melhorar o processo de ensino-aprendizagem

Os educadores de escolas públicas e privadas que utilizam tecnologia no processo de ensino aprendizagem podem se inscrever até o dia 06 de agosto no Prêmio Microsoft Educadores Inovadores 2012. O objetivo é incentivar o desenvolvimento de ações de incorporação das tecnologias em atividades que proporcionem um melhor desempenho da comunidade escolar.

As inscrições devem ser realizadas através do site www.educadoresinovadores.com.br. Podem se inscrever educadores de Escolas Públicas de Educação Básica, Escolas Técnicas e Escolas Particulares.

Há categorias nas áreas de:

Inovação em Comunidade: Aprendizagem Além da Sala de Aula
Inovação em Colaboração: Aprendizagem Colaborativa
Inovação em Conteúdo: Construção do Conhecimento e Pensamento Crítico

Os finalistas serão definidos até o dia 22 de agosto. Serão escolhidos 21 projetos e os vencedores de cada categoria participarão da etapa internacional. Os melhores trabalhos serão premiados com um notebook e um curso de inglês online. Após a premiação, os responsáveis pelos projetos vencedores nas categorias destinadas à educação básica (escolas públicas) e o vencedor na Categoria Escolas Particulares, apresentarão seus trabalhos no Microsoft Partners in Learning Global Forum que será realizado em Atenas, na Grécia.

“Dessa forma, a premiação propicia a criação de referências importantes e experiências que favorecem a transformação da escola em um espaço de aprendizagem contínua – para educadores, alunos e comunidade em seu entorno - bem como a valorização de suas lideranças e o reconhecimento da importância de seu papel para a criação de uma cultura de uso de tecnologias nos ambientes educacionais”, afirmou Gabriela Mingatos, da equipe de organização do prêmio.

Acesse aqui o informativo do Prêmio e o cartaz.

*Patrícia Nogueira – Jornalista do IFPB / Reitoria / Ascom