Ferramentas Pessoais
Você está aqui: Página Inicial Reitoria Notícias Ex-diretor Bráulio Pereira visita Reitoria
Ações do documento
10/01/2012 às 19h52

Ex-diretor Bráulio Pereira visita Reitoria

— registrado em:

Ele foi dirigente da antiga ETFPB e do Cefet e veio rever a instituição

Ex-diretor Bráulio Pereira visita Reitoria

Bráulio Pereira e Antônio Varela

O ex-diretor da antiga Escola Técnica e que fez o processo de transição para o Cefet, Bráulio Pereira Lins, visitou o Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia da Paraíba na sexta-feira, 6 de janeiro. Todos os anos em que está de férias pela Capital paraibana, o professor Bráulio aproveita para rever os amigos e a instituição que dirigiu entre os anos de 1991 e 1995. Ele fez uma visita de cortesia à Reitoria do IFPB e foi recebido pelo pró-reitor de Desenvolvimento Institucional e Interiorização, Antônio Carlos Gomes Varela, que estava substituindo o professor João Batista de Oliveira, em férias.

Bráulio Pereira Lins dirige hoje a Faculdade de Ciências Sociais e Tecnológicas (Facitec), em Taguatinga, no Distrito Federal. Ele destacou, em uma breve conversa, que a expansão e o investimento que o Governo Federal tem realizado na Rede Nacional de Educação Profissional e Tecnológica já estão representando uma mudança incrível no desenvolvimento do país. Para ele, a regionalização, que tem sido uma característica da expansão dos Institutos Federais de Educação, é um grande estímulo na distribuição equitativa dos recursos.

“Antes, aqui na Paraíba, só tínhamos ensino técnico federal em João Pessoa e Cajazeiras, e na Escola Agrotécnica de Sousa (hoje parte do IFPB). Deixei encaminhada a expansão para Campina Grande e vejo nessa política o quanto cresceu. Isso dá oportunidade a quem não podia se destinar à Capital e traz um benefício agregado à cidade que recebe um equipamento como o Campus do IFPB, porque o empresariado vai investir também na região”, comentou o gestor que acompanhou o processo de transformação das ETFs em Centros Federais de Educação Tecnológica, na década de 90.

O professor Bráulio comentou que esse processo de expansão aumenta a responsabilidade dos gestores. “É uma preocupação a mais para os dirigentes que precisam ter um acompanhamento ainda maior. Acredito que é importante ao gestor de um Instituto Federal desenvolver parcerias com o Governo Estadual, municípios, pois ter uma sintonia com os projetos locais de educação e ciência e tecnologia é fundamental”, ressaltou o professor que é formado em Administração e é um especialista em Educação Profissional.

Ele parabenizou a gestão do professor João Batista, na pessoa do antigo colega Antônio Varela e destacou que um dos desafios é criar o envolvimento nos novos servidores. Bráulio comentou que é um ex-aluno da instituição, dos tempos da Escola Industrial, onde estudou Mecânica, na década de 60. “É preciso criar consciência do dever como cidadãos. Nos servidores novos que estão chegando, deve-se buscar envolvimento com o trabalho, o salário só é compensador com resultado”, frisou o gestor.

O professor Varela destacou que a trajetória de Bráulio deixou até hoje uma marca na instituição. “Ele é um dos exemplos de compromisso e zelo com a coisa pública, por isso, seu nome é sempre lembrado”, comentou.

 Braulio e Varela

Texto e fotos: Ana Carolina Abiahy – jornalista do IFPB