Ferramentas Pessoais
Você está aqui: Página Inicial Reitoria Notícias Governo cumpre meta de expansão com entrega de 31 novas unidades
Ações do documento
28/12/2010 às 11h32

Governo cumpre meta de expansão com entrega de 31 novas unidades

— registrado em:

A política de expansão contempla também o IFPB com a entrega dos campi de Monteiro e Picuí.

Governo cumpre meta de expansão com entrega de 31 novas unidades

Cerimônia de inauguração das 31 unidades federais

Com a entrega de 31 unidades feita pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva nesta segunda, 27, o Governo Federal cumpre sua meta inicial de erguer 214 novas escolas federais de educação profissional em todo país. Frutos da política de expansão da Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica, as novas escolas vieram acopladas a outros dois bons indicativos: um salto no número de matrículas, que passou de 140 mil para 348 mil, desde 2005, e a contratação, via concurso público, de mais de 12 mil professores.

Os avanços não param aí. Outras 46 escolas estão em construção e devem ser entregues em 2011. “A presidenta Dilma já terá escolas de educação profissional a inaugurar”, destacou o ministro da Educação, Fernando Haddad. Quando forem entregues, as novas escolas somarão 260, todas fruto da política de expansão. Ao todo serão 400 escolas, das quais 140 já existiam em 2003. “Interiorizamos a educação profissional. Todas as mesorregiões brasileiras contam com, no mínimo, um campus de instituto federal” ressaltou Haddad.

 Qualidade

Durante a cerimônia realizada no Palácio do Planalto, Haddad destacou a qualidade dos cursos oferecidos pela rede federal. “Exames nacionais e internacionais, como o Pisa, atestam que a rede federal tem a melhor qualidade de ensino entre instituições públicas e privadas”, relatou. Estudantes das escolas federais de educação profissional obtiveram, no Programa Internacional de Avaliação de Alunos (Pisa), notas superiores às de estudantes de países desenvolvidos.

Até o final de 2012, quando todas as escolas estiverem em funcionamento, a previsão é de 600 mil matrículas em todo o país. Os investimentos para expansão da rede alcançaram R$ 979 milhões dos R$ 1,1 bilhão previstos. Estes recursos são aplicados em infraestrutura física, mobiliário e equipamentos. As novas escolas têm capacidade de atender, em média, 1,2 mil alunos e contam com 60 professores e 40 técnicos administrativos cada uma.

 

Confira a relação de todas as unidades inauguradas

 

Assessoria de comunicação da Setec/MEC