Ferramentas Pessoais
Você está aqui: Página Inicial Reitoria Notícias I Enex mostra interação do IFPB com a sociedade
Ações do documento
26/05/2011 às 16h04

I Enex mostra interação do IFPB com a sociedade

— registrado em:

Apresentações orais e banners revelam as ações implantadas nos diversos campi por alunos, docentes e técnico-adminstrativos

I Enex mostra interação do IFPB com a sociedade

Aluna de Patos apresenta projeto voltado para a comunidade da Tubiba

Quem circulou pelo Pátio do Campus João Pessoa do IFPB pôde conferir um pouco das diversas ações implementadas por quem realiza ações de extensão nos diversos campi da instituição. Banners resumiram as trajetórias de alunos, professores e técnico-administrativos junto a comunidades nos últimos anos visando à inclusão social, principalmente. A exposição é parte da programação do I Encontro de Extensão do Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia da Paraíba que começou na quarta-feira e se encerra nesse dia 27 de maio.

Entre as apresentações realizadas no segundo dia, um projeto realizado no Campus Patos com estudantes do Ensino Médio Integrado ao Técnico, que desenvolve a consciência corporal com mães de alunos e usuárias do Posto de Saúde da Família do Alto da Tubiba. Vários projetos promovem a inclusão digital em Monteiro, Cabedelo e Campina Grande. Há ações também que visam à promoção da leitura com crianças em creches e escolas do município.

Comunidades tradicionalmente excluídas como a dos ciganos, em Sousa, e a Caiana dos Criolos, em Alagoa Grande, também estão sendo atendidas por projetos de extensão do IFPB. Algumas ações envolvem a conscientização ambiental e a geração de renda através da fabricação de sabão caseiro, nas comunidades do Renascer, em Cabedelo, e através da Pastoral da Criança, em Santa Rita, envolvendo mulheres que precisam se inserir no mercado de trabalho.

A atuação do IFPB em Cabedelo, com diversos cursos voltados à melhoria da qualificação de mão-de-obra, através do Campus e do Centro de Referência em Pesca e Navegação Marítima, também está na programação do Enex. Há ainda projetos em Cajazeiras, com a associação de catadores de lixo, para a reeducação acerca do manuseio com lixo eletrônico e a sua reciclagem. Tema é tratado por alunos de Química e Engenharia Elétrica também.

Preocupação com a conservação de rios e o tratamento de água é alvo de ações de extensão na comunidade Paulo Afonso, em Jaguaribe, e Cabedelo. A atuação no município do Conde, para a instalação de um Conselho Municipal Antidrogas, e a oficinas sobre legislação trabalhista e acidentes de trabalho em Patos também são ações que mostram a ampliação das preocupações dos servidores e alunos da instituição com a sociedade. apresentação Enex

O I Enex contou ainda com palestra da coordenadora do Projeto de Inserção de Aprendizes no Mercado de Trabalho, da Superintendência Regional da Paraíba, Rachel Mendes Pereira da Silva. Ela comentou que hoje há sobra de vagas para jovens aprendizes na região metropolitana de João Pessoa e no interior do Estado. Segundo Rachel, o Sistema S não está suprindo a demanda crescente das médias e grandes empresas da Paraíba que têm obrigação legal de contratar os jovens.

A pró-reitora de Extensão, Edelcides Gondim, ressaltou que uma parceria pode ser feita em breve entre o IFPB e o Ministério do Trabalho e Emprego para viabilizar o ingresso de estudantes, principalmente dos cursos técnicos subsequentes, no programa Jovem Aprendiz. Durante a palestra, o setor de Pedagogia da instituição destacou a necessidade do acompanhamento dos jovens nesses projetos de incentivo ao primeiro emprego.

 

texto: Ana Carolina Abiahy – jornalista do IFPB

fotos: Mercyo Costa - técnico em audiovisual