Ferramentas Pessoais
Você está aqui: Página Inicial Reitoria Notícias Instituições podem elaborar itens para provas do Enem
Ações do documento
30/03/2011 às 13h44

Instituições podem elaborar itens para provas do Enem

— registrado em:

MEC lançou chamada pública. IFPB pode elaborar e revisar questões para o Exame Nacional do Ensino Médio

Instituições podem elaborar itens para provas do Enem

MEC quer ampliar participação de instituições na elaboração do Enem

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) lançou chamada pública convocando instituições públicas de educação superior interessadas em elaborar e revisar itens para a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). O objetivo é incluir as instituições no processo de montagem das provas, ampliar o número de itens do banco nacional em menos tempo e transferir às universidades públicas conhecimentos sobre avaliações em larga escala.

O Enem é composto por uma redação e quatro provas, cada uma de uma área do conhecimento: matemática e suas tecnologias; linguagens, códigos e suas tecnologias; ciências humanas e suas tecnologias; ciências da natureza e suas tecnologias. Cada prova é composta por 45 itens. O ideal é que o banco de itens tenha, no mínimo, 20 mil itens por área do conhecimento.

A chamada pública foi publicada na edição desta segunda-feira, 28, no Diário Oficial da União. Estabelece que as instituições – municipais, estaduais ou federais – interessadas em participar do processo se cadastrem pela internet. O período para cadastramento é de 30 de março a 15 de abril. O documento que rege a chamada pública e outros necessários estão no site

http://bni.inep.gov.br/inscricao

Após o cadastramento, o Inep oferecerá capacitação aos coordenadores gerais e coordenadores de área sobre os pressupostos teóricos e metodológicos sobre avaliação em larga escala, instrumentos de medida, matrizes de referência, elaboração e revisão de itens. Somente após as capacitações as instituições estarão credenciadas a participar do trabalho.

Depois da assinatura de termo de sigilo e compromisso, a instituição deverá capacitar elaboradores e revisores de itens, que precisam ser servidores ativos, na área de docência ou pesquisa. Eles vão elaborar os itens segundo a demanda do Inep e, após a conclusão do trabalho, enviar o conjunto de itens elaborados e revisados.

Esses itens serão, então, submetidos à revisão pelo Inep e, posteriormente, a pré-testagem. Apenas depois disso, estarão prontos para compor o banco nacional de itens.

 

Adaptado de Assessoria de Imprensa do Inep