Ferramentas Pessoais
Você está aqui: Página Inicial Reitoria Notícias Jovens Talentos para a Ciência abre seleção para alunos do Superior
Ações do documento
13/03/2012 às 16h17

Jovens Talentos para a Ciência abre seleção para alunos do Superior

— registrado em:

Programa de bolsas é voltado para ingressantes e inscreve até dia 23 de março

Jovens Talentos para a Ciência abre seleção para alunos do Superior

Programa nacional foi recém-lançado

Os estudantes ingressantes de qualquer curso superior do IFPB podem se inscrever para concorrer a uma bolsa do Programa Jovens Talentos para a Ciência. A iniciativa foi recém-lançada pelo Governo Federal e pretende incentivar a iniciação científica nos novatos do Ensino Superior. O responsável no Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia da Paraíba é o diretor de Pesquisa, Aleksandro Guedes de Lima. Ele informou que os estudantes ingressantes devem procurar a coordenação de seu curso para efetuar a inscrição.

Os coordenadores estão sendo cadastrados pelo diretor para poder ter acesso ao sistema da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) relativo ao Programa Jovens Talentos para a Ciência. Além da Capes, o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) é quem está à frente do programa, voltado para os Institutos e as Universidades Federais.

Segundo Aleksandro Guedes de Lima, da Pró-reitoria de Pesquisa, Inovação e Pós-Graduação (PRPIPG) do IFPB, podem se inscrever estudantes de qualquer curso superior, seja tecnológico, bacharelado ou licenciatura. Mas, conforme o documento da Capes, é preciso ser ingressante no curso superior nesse ano. A inscrição deve ser feita até 23 de março. Os inscritos farão uma prova de múltipla escolha, sobre conhecimentos gerais, no dia 29 de abril. “Todos os estudantes deverão vir para a Capital do estado para fazer a prova”, adiantou o professor Aleksandro.

As primeiras bolsas serão implantadas em agosto e terão duração de 12 meses. O valor é de R$ 360 e a previsão da Capes e do CNPq é que 6.000 bolsas serão implantadas esse ano, com investimento de R$ 30 milhões do Governo Federal. A nota da prova de seleção do teste pode ser utilizada para futuras classificações no Programa Ciência sem Fronteiras, intercâmbio internacional criado nesse ano.

Segundo Aleksandro, não é possível precisar quantas bolsas serão destinadas ao IFPB porque um dos critérios dos órgãos de fomento é que a quantidade seja proporcional ao número de inscritos. “Por isso, esperamos ter muitas inscrições para termos direito a mais bolsas para nossos alunos”, frisou o docente.

O presidente da Capes, Jorge Almeida Guimarães, destacou que o objetivo do Programa é inserir precocemente os estudantes no meio científico, com base na valorização que instituições estrangeiras concedem a seus alunos, o que foi verificado a partir das visitas por conta do Ciência sem Fronteiras.

Em suas declarações, o presidente do CNPq, Glaucius Oliva, ressalta que o estudante bolsista precisa desenvolver um padrão de excelência para continuar no Programa Jovens Talentos para a Ciência, se engajando em atividades de pesquisa, seminários, com desempenho acadêmico relevante nas notas do curso. Mais informações sobre o programa, nos sites www.capes.gov.br ou www.cnpq.br

 

Texto: Ana Carolina Abiahy – jornalista do IFPB (também com dados da Capes)

Imagem: Portal da Capes