Ferramentas Pessoais
Você está aqui: Página Inicial Reitoria Notícias MEC lança edital nacional para a Extensão
Ações do documento
01/02/2013 às 18h49

MEC lança edital nacional para a Extensão

— registrado em:

Propostas podem ser apresentadas até 22 de março. Há 20 linhas de atuação

O IFPB e outras instituições públicas com cursos de ensino superior têm oportunidade até 22 de março de apresentar propostas de desenvolvimento de programas e projetos de extensão universitária. É que foi lançado o edital do Programa de Extensão Universitária (Proext), através do Ministério da Educação em parceria com outros ministérios. Clique aqui para acessar o edital.

São 20 linhas temáticas. As propostas devem apresentar programas ou projetos afins com as políticas públicas, em especial com as sociais, e envolver estudantes de graduação regularmente matriculados. As instituições poderão concorrer ao financiamento de até R$ 50.000,00 por projeto e de até R$ 150.000,00 por programa. O número máximo de projetos inscritos, por cada instituição, é 41 e de programas é 40.

As atividades estudantis de extensão deverão obrigatoriamente estar vinculadas a um curso específico, ser acompanhadas por pelo menos um professor, contar créditos e constar de seu currículo. O edital da Secretaria de Educação Superior do MEC recomenda a formação de parcerias para a captação de recursos. Os coordenadores dos programas e projetos devem ser professores do quadro da instituição proponente.

O resultado provisório, após a avaliação das propostas, será divulgado até 12 de maio quando será aberto prazo para interposição de recursos. A avaliação desses recursos se estenderá até 7 de junho. Em 21 de junho sairá o resultado final. O Proext começou em 2003 e a cada ano os recursos são reajustados.

As linhas de atuação são as seguintes: Educação; Cultura e arte; Pesca e aqüicultura; Promoção da saúde; Desenvolvimento urbano; Desenvolvimento rural; Estágios Interdisciplinares de Vivência; Redução das desigualdades sociais e combate à extrema pobreza; Geração de trabalho e renda por meio do Apoio e Fortalecimento de empreendimentos econômicos solidários; Preservação do patrimônio cultural brasileiro; Direitos humanos; Promoção da igualdade racial; Mulheres e relações de gênero; Esporte e lazer; Comunicação; Inclusão produtiva e desenvolvimento regional: Rotas de Integração Nacional; Justiça e direito do indivíduo privado de Liberdade; Ciência, tecnologia e inovação para a inclusão social; Meio Ambiente e Recursos Naturais; Juventude; Articulação e Participação Nacional.

Ana Carolina Abiahy - jornalista do IFPB (com dados do Portal Mec e Edital Sesu)