Ferramentas Pessoais
Você está aqui: Página Inicial Reitoria Notícias Ministro defende expansão como forma de capacitar mão de obra
Ações do documento
21/06/2011 às 05h42

Ministro defende expansão como forma de capacitar mão de obra

— registrado em:

Uma das metas do Governo Federal é a implantação, até 2014, de 200 novos campi, dos quais 81 já foram contratados e estão em fase de implantação.

Ministro defende expansão como forma de capacitar mão de obra

Haddad empossou os reitores Wilson Conciani, do Instituto de Brasília (esquerda), e Irineu Colombo, do Paraná (direita). Foto: Wanderley Pessoa

Em cerimônia de posse dos novos reitores dos institutos federais de Brasília e do Paraná, o ministro da Educação, Fernando Haddad, ressaltou a necessidade da expansão e interiorização dessas instituições como forma de universalizar o acesso a educação técnica e profissional. O ministro reforçou a importância dos institutos federais para a capacitação da mão de obra brasileira.

Uma das metas do Governo Federal é a implantação, até 2014, de 200 novos campi, dos quais 81 já foram contratados e estão em fase de implantação. A Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica oferece cursos técnicos, superiores de tecnologia e licenciaturas em áreas como química e física e está presente em todos os estados brasileiros.

Segundo o ministro, os institutos, por terem uma estrutura administrativa menor, se adéquam melhor aos municípios de até 100 mil habitantes do que as universidades. O modelo da rede federal reforça o ensino técnico e cria vagas de ensino superior, possibilitando um crescimento econômico junto com a formação de recursos humanos.

 Brasília – O novo reitor pro tempore do Instituto Federal de Brasília, Wilson Conciani, administrará 17 cursos oferecidos nos cinco campi atualmente em funcionamento (Brasília, Gama, Planaltina, Samambaia e Taguatinga), e deverá viabilizar a expansão para três novas unidades em São Sebastião, Riacho Fundo e Taguatinga Centro. O reitor definiu a estruturação da gestão do instituto como prioridade para o mandato.

Conciani é mestre em engenharia civil e ambiental pela Universidade Federal da Paraíba, doutor em geotecnia pela Universidade de São Paulo e atuou como pró-reitor de pesquisa e inovação no Instituto Federal de Brasília.

Paraná – Irineu Mário Colombo, doutor em história social e mestre em educação, assume a reitoria propondo priorização das atividades relacionadas ao ensino, extensão e pesquisa integrada à realidade regional, oferta de vagas para formação continuada e consolidação da estrutura física do instituto. Colombo já atuou como vereador, deputado estadual e federal e foi diretor de articulação e projetos especiais da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec) do Ministério da Educação, onde contribuiu com os Programas Brasil Profissionalizado e de Expansão da Educação Profissional (Proep).

Assessoria de comunicação do MEC