Ferramentas Pessoais
Você está aqui: Página Inicial Reitoria Notícias Muita emoção na posse simbólica do reitor João Batista
Ações do documento
15/10/2010 às 12h01

Muita emoção na posse simbólica do reitor João Batista

— registrado em:

O professor João Batista foi empossado oficialmente como reitor do IFPB em julho, quando recebeu a nomeação do ministro Fernando Haddad.

Muita emoção na posse simbólica do reitor João Batista

Posse simbólica do reitor João Batista

Visivelmente emocionado e com discurso inspirado, o reitor do IFPB, João Batista de Oliveira Silva, marcou a sua posse simbólica no cargo perante a sociedade paraibana. A solenidade ocorreu na noite dessa quinta-feira, 14 de outubro, no Pátio de alunos do Campus João Pessoa. O professor João Batista foi empossado oficialmente como reitor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba em julho, quando recebeu a nomeação do ministro Fernando Haddad. Mas, a festividade, que iniciou após às 19h, marcou com pompa a investidura no cargo diante da comunidade acadêmica.

O representante da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica do MEC, professor Belchior de Oliveira Rocha, que é reitor do IFRN, foi o responsável por conduzir a cerimônia de posse. O reitor chegou ao recinto acompanhado de sua mãe, Domerina Oliveira, e de sua esposa Maria Gorette Fonseca. Além da família, ele foi acompanhado pelos representantes dos segmentos do IFPB, o professor Antônio Feliciano Xavier Filho, a técnica-administrativa Gláucia Nunes Costa e o aluno Harlan Elisson Araújo Sousa.

O professor Belchior destacou a importância do ato de assinatura do termo de compromisso que o reitor João Batista assume com a comunidade paraibana ao se tornar o responsável pelos destinos do IFPB durante os próximos quatro anos. A Portaria 902 do Ministério da Educação, de nove de julho, quando o reitor foi empossado, foi lida pela Secretária da Reitoria, Gláucia Nunes.

O primeiro a saudar o reitor João Batista, com discurso na tribuna, foi o ex-diretor da Escola Técnica Federal da Paraíba, professor Itapuan Botto Targino. Ele enalteceu a trajetória de João Batista, que foi aluno da ETFPB, exerceu diversos cargos de gestão também durante o Centro Federal de Educação Tecnológica da Paraíba, quando foi diretor em Cajazeiras, até chegar a ser reconduzido ao posto máximo hoje no IFPB. Sobre a eleição realizada esse ano que ratificou com o voto de alunos, técnicos e professores, a escolha para reitor, Itapuan declarou: “foi um gesto de reconhecimento, desse que é um símbolo de exemplo para os jovens, pois fez do ato público uma reflexão diária”. O ex-diretor finalizou dizendo “parabéns, Paraíba, pelo filho que tem”.

Em seu próprio discurso, o reitor ressaltou a importância que a instituição tem para a sua vida: “aqui edifiquei o meu destino”. Em cerca de 10 minutos, ele narrou um pouco das conquistas dos últimos anos desde quando estava à frente do Cefet-PB até o primeiro ano do IFPB, na condição de pro-tempore, já que foi nomeado para o momento de transição. O professor comentou sobre a instalação na cidade de Campina Grande, com a inauguração festiva feita pelo presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, a união com a antiga Escola Agrotécnica Federal de Sousa, hoje um Campus, e a chegada a mais cinco cidades: Cabedelo, Monteiro, Patos, Picuí e Princesa Isabel.

“Assumimos a Instituição no mais importante momento de toda a sua heróica história, marcado por profundas transformações evidenciadas por uma política de Estado focada na implementação de uma expansão sem precedentes”, frisou o professor João Batista. Ele adiantou ainda a instalação de novos campi: “Haveremos de crescer ainda mais com a possibilidade de dois novos campi, em Guarabira e em outro município da Região do Vale do Piancó”.

O reitor ressaltou ainda o imenso compromisso que os diretores-gerais dos campi e os pró-reitores devem ter com as políticas públicas. Leia em outra matéria, a seguir, sobre a posse dos demais membros do Colégio de Dirigentes do IFPB.

Ana Carolina Abiahy - jornalista do IFPB