Ferramentas Pessoais
Você está aqui: Página Inicial Reitoria Notícias Portadores de deficiência realizam provas e elogiam PSCT 2011
Ações do documento
12/12/2010 às 12h28

Portadores de deficiência realizam provas e elogiam PSCT 2011

— registrado em:

O IFPB, por meio da Compec, tem uma política bem definida para auxiliar os portadores de deficiência auditiva, física e visual durante o processo de inscrição, realização de provas e ao longo da trajetória acadêmica.

Portadores de deficiência realizam provas e elogiam PSCT 2011

Auxílio candidato portador de deficiência durante o PSCT

Pelo menos 79 candidatos especiais nos campos auditivo e visual realizaram as provas do PSCT 2011 ocorridas neste domingo(12), no horário das 8h às 12h.

O grupo recebeu auxílio integral de leitores de conteúdo para cegos, contou com originais de provas ampliadas e intérpretes para surdos. A interação entre o IFPB e a comunidade vem crescendo a cada ano.

O Instituto Federal da Paraíba, por meio da Comissão Permanente de Concursos Públicos (Compec), tem uma política bem definida para auxiliar os portadores de deficiência auditiva, física e visual durante o processo de inscrição, realização de provas e ao longo da trajetória acadêmica.

Para isso mantêm em seus quadros funcionários treinados para que as políticas de acessibilidade ao IFPB cheguem efetivamente aos portadores de deficiência.

Auxílio a portadora de deficiência visualEste trabalho foi observado pelos candidatos inscritos neste certame. O grupo que se mostrou satisfeito com o transcorrer do PSCT 2011 elogiou o trabalho operacionalizado pela Compec, incluindo o atendimento dispensado aos candidatos e a qualidade das provas.

Um testemunho foi dado por Robson Santos da Silva, candidato ao Curso Técnico de Instrumento Musical. Ele afirmou que os quesitos da prova foram bem elaborados. Santos disse que a organização superou suas expectativas, pois atendeu as necessidades básicas dele como deficiente visual, colocando a disposição dele e dos demais candidatos um leitor de conteúdo, além de uma prova bem ordenada e de fácil leitura e entendimento.

Os relatos dos candidatos portadores de deficiência mostram que houve apoio social em todo o PSCT 2011. “Essa interação entre a pessoa que tem uma deficiência e a equipe realizadora do concurso nos deixa confiante e na certeza de que já estamos participando de um processo educativo”, avaliou a candidata Danielle Oliveira da Silva ao atribuir nota 10 ao PSCT 2011.

 

Por Filipe Donner – Jornalista

Fotos – Luiz Cláudio Moreira