Ferramentas Pessoais
Você está aqui: Página Inicial Reitoria Notícias Prefeito de Soledade visita Reitor João Batista
Ações do documento
14/03/2012 às 11h34

Prefeito de Soledade visita Reitor João Batista

— registrado em:

José Bento veio se informar quanto os procedimentos para a implantação de um campus do Instituto

No final da tarde desta segunda-feira (12), o Reitor do IFPB, professor João Batista e o pró-reitor de Ensino, professor Paulo de Tarso receberam a visita do prefeito de Soledade, José Bento. O objetivo do encontro foi levantar informações sobre as necessidades técnicas exigidas no processo de implantação de um campus.  

“O alunado de Soledade, Taperoá, Juazeirinho e Assunção tem que se deslocar para Campina Grande em busca de estudo. A gente entende que há uma dificuldade para transportar esses alunos, sem falar que muitos deles deixam de estudar por causa desse deslocamento”, enfatizou o prefeito, justificando a importância da instalação de um Campus IFPB naquela região.

A visita foi acompanhada pelos estudantes Fernando Luiz e Ícaro Costa, que há um ano, iniciaram a reivindicação nas redes sociais. “A instalação de um campus universitário na nossa cidade não só iria facilitar a vida de quem se desloca para outros municípios, como também iria qualificar a mão de obra da população”, ressaltou Ícaro.

O Reitor do IFPB, professor João Batista e o pró-reitor de ensino, professor Paulo de Tarso orientaram a comitiva quanto à necessidade da realização de estudos prévios, levantando dados sobre a economia local, eixos vocacionais e índice de desenvolvimento humano da cidade.

Professor João Batista comentou que nas análises realizadas pelo IFPB, Soledade já aparece como cidade integrada aos campi tradicionais. Por isso, ele não descartou a possibilidade do município receber um núcleo avançado do IFPB, ligado ao campus Campina Grande. “Desde que sejam garantidos investimentos e todos os insumos necessários para a constituição de um campus, a causa é sempre bem-vinda quando o assunto é desenvolver a sociedade e investir em educação profissional tecnológica”.

 

*Juliana Gouveia – Jornalista do IFPB

*Foto: Filipe Donner - Jornalista do IFPB