Ferramentas Pessoais
Você está aqui: Página Inicial Reitoria Notícias Prefeito de Taperoá visita Reitoria
Ações do documento
04/03/2013 às 17h41

Prefeito de Taperoá visita Reitoria

— registrado em:

Pleito de Jurandi Gouveia Farias é por um campus do IFPB

Prefeito de Taperoá visita Reitoria

Cláudio Marzo, Manoel Dantas, Jurandi Gouveia e Paulo de Tarso

A expansão da Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica vem incentivando cada vez mais o interesse dos municípios em abrigar um campus do IFPB. O município de Taperoá é uma das cidades que pleiteia a instalação do Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia. Nessa segunda-feira, 4 de março, o prefeito Jurandi Gouveia de Farias esteve visitando a Reitoria do IFPB para empreender conversações nesse sentido.

Ele foi recebido pelo reitor em exercício, o pró-reitor de Ensino, Paulo de Tarso Costa Henriques. “Estou representando o reitor João Batista de Oliveira que está em Brasília em reunião com o Ministro”, esclareceu o professor durante a audiência que contou com a presença do assessor jurídico do município, Manoel Dantas. Os representantes de Taperoá foram trazidos pelo professor do IFPB, Cláudio Marzo, que desenvolve trabalhos cinematográficos na cidade enfocando a vida e obra do escritor Ariano Suassuna.

O IFPB já desenvolve uma parceria com Taperoá através da Educação a Distância. A cidade possui um Polo da Universidade Aberta do Brasil (UAB) que vai abrigar a turma da Especialização em Gestão Pública, com 50 alunos.

Na visão do prefeito e do advogado, isso demonstra a demanda que a região de Taperoá tem na área de educação. A preocupação dos representantes é diminuir a evasão dos jovens que saem da cidade em busca do ensino superior e de novas oportunidades no ensino médio. Eles entregaram um documento com o perfil da cidade, demandando o campus do IFPB.

O pró-reitor de Ensino destacou que o IFPB já está comprometido com o Plano de Expansão III e as cidades contempladas já foram escolhidas pelo Governo Federal, com os trâmites para a instalação ainda em fase inicial. Segundo Paulo de Tarso, seria necessário descobrir uma nova fonte de recursos além da que o Ministério da Educação já está destinando para os futuros campi de Santa Rita, Esperança, Catolé do Rocha, Itabaiana, Itaporanga e Guarabira. Essa última cidade é a única onde o IFPB já está instalado, mas com sua sede definitiva ainda em construção.

“Nesse Governo, acredito que será finalizada apenas a expansão III, mas no futuro, já vimos que a região entre Campina Grand e Patos pode abrigar ainda dois campi do IFPB”, comentou o docente, antes de mostrar um estudo que levantou as potencialidades da região e os possíveis cursos que podem atender as demandas. O prefeito comentou que até 12 cidades poderiam ser beneficiadas com um campus do IFPB em Taperoá, inclusive municípios de Pernambuco.

Ana Carolina Abiahy – jornalista do IFPB