Ferramentas Pessoais
Você está aqui: Página Inicial Reitoria Notícias Procura por cursos do IFPB aumenta 5,5%
Ações do documento
27/06/2012 às 10h25

Procura por cursos do IFPB aumenta 5,5%

— registrado em:

A maior demanda foi para o Curso de Administração noturno do Campus João Pessoa, com 69 candidatos por vaga

O Instituto Federal de educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB) recebeu neste segundo semestre, mais de 30 mil inscrições para o Sisu 2012.2. O resultado foi superior ao semestre passado que contou com a participação de todos os campi.

Nesta edição do Sisu, mesmo sem a participação dos campi Sousa e Guarabira e com uma oferta menor de vagas em relação ao processo anterior, a Instituição apresentou crescimento de 5,5% no número de inscrições. Na concorrência geral, foram 33 candidatos por uma vaga.

O Curso que obteve o maior número de inscrições foi o de Administração noturno, ofertado pelo Campus João Pessoa. Com 69 candidatos por vaga, o curso superou em 23% o Curso de Construção de Edifícios ofertado pelo Campus Campina Grande (segundo mais procurado) e em 38% o Curso de Administração integral do Campus João Pessoa (terceiro mais procurado).

Para o pró-reitor de ensino, Paulo de Tarso Costa Henriques, a alta concorrência para o curso noturno, que está sendo ofertado pela primeira vez nesse horário, indica a existência de uma demanda represada, que não estava sendo contemplada. “São pessoas que trabalham durante o dia e têm apenas o período da noite para estudar”.

Além do Curso de Administração noturno, as novidades para este período foram: o acréscimo de 10 vagas no Curso de Analise e Desenvolvimento de Sistemas e mais 10 vagas no Curso de Automação Industrial, os dois do Campus Cajazeiras. O Curso de Analise e Desenvolvimento de Sistemas ofertado pela primeira vez pelo Campus Monteiro, teve já no seu primeiro processo seletivo, uma demanda de 15 candidatos por vaga.

De acordo com o reitor, João Batista de Oliveira Silva, o IFPB está se preparando para ofertar novos cursos. “Estão sendo feitos estudos para a implantação de cursos nas áreas de Ciência da Computação, Engenharia, Gestão de Negócios e outros”.

Iris Souto Maior – jornalista da Reitoria/Ascom