Ferramentas Pessoais
Você está aqui: Página Inicial Reitoria Notícias Professores debatem fortalecimento da categoria no IFPB
Ações do documento
21/03/2013 às 09h35

Professores debatem fortalecimento da categoria no IFPB

— registrado em:

Os docentes querem criar uma nova entidade sindical só para professores.

Professores do Instituto Federal da Paraíba estiveram reunidos nesta quarta-feira, dia 20, para debater a criação de uma nova entidade sindical no IFPB – o Sindif-PB.

O evento acompanha tendência nacional de unificação do movimento sindical por categoria, segundo sugere texto da ata expedida, no início da noite de ontem, pela Comissão Provisória Pró-Sindicato dos Docentes do IFPB.

Entre os debatedores estava o 1º vice-presidente regional II do Sindicato Nacional dos Docentes do Ensino Superior – Andes-SN, professor Josevaldo Cunha. O diretor do Sinasefe David Lobão e a Coordenadora-Geral do Sintef-PB Vânia Medeiros. A mediação dos debates foi do professor Raimundo Nonato.

A nova entidade emerge em meio ao desligamento de professores das atuais estruturas sindicais no âmbito dos institutos federais. Também pesa em favor da criação de novas entidades o fato de que alguns líderes das bases perderam a credibilidade perante as instâncias superiores do próprio movimento dos trabalhadores, comprometendo o prestígio da entidade dentro e fora das bases sindicais.    

Os idealizadores do evento, na capital paraibana, acreditam que o surgimento de novas estruturas de base para os trabalhadores da educação faz parte do processo de renovação e modernização do movimento sindical no Brasil.

O professor Sabiniano Araújo, por exemplo, entende que assim como Andes-SN (Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior) está contribuindo com a unificação da categoria dos professores, a Fasubra (Federação dos Sindicatos dos Trabalhadores das Universidades) deverá fortalecer o movimento dos técnico-administrativos dentro dessa nova perspectiva de aproximação dos servidores dos Institutos Federais ao universo dos trabalhadores das universidades públicas.

Segundo o professor Raimundo Nonato, líder da comissão organizadora do evento, o debate no IFPB esgotou o assunto com posições favoráveis e contra, prevalecendo o posicionamento de que a unificação do movimento sindical por categoria não visa dividir a luta dos trabalhadores, mas potencializar o que já existe de aproveitável.

Por isso a reunião terminou apontando para um segundo momento quanto será redigida a ata de fundação da entidade, bem como aprovado o estatuto do Sindif-PB. O fato histórico deve ocorrer dentro de 30 dias. Leia ata do encontro clicando AQUI.

A Comissão Local Pró-novo Sindicato é formada pelos professores Raimundo Nonato, José Bezerra de Menezes Filho, Sabiniano Araújo, José Alves e Francisco Pinheiro.

*Ascom do IFPB