Ferramentas Pessoais
Você está aqui: Página Inicial Reitoria Notícias Pronatec 2011: informações já podem ser disponibilizadas no Sistec
Ações do documento
04/07/2011 às 06h20

Pronatec 2011: informações já podem ser disponibilizadas no Sistec

— registrado em:

Os campi têm até o próximo dia 13 para atender essa exigência do mais novo programa educacional do Governo Federal.

O Sistema Nacional de Informações da Educação Profissional e Tecnológica (Sistec) já está aberto para inserção das informações relativas à oferta de cursos pelo IFPB amparados pelo Programa Nacional de Informações da Educação Profissional e Tecnológica (Pronatec).
Os campi do IFPB têm até o próximo dia 13 para atender essa exigência do mais novo programa educacional do Governo Federal que visa estimular o acesso ao Ensino Técnico e Cursos profissionais no Brasil.

A Pró-reitoria de Extensão é o setor responsável pela supervisão do Pronatec em trabalho conjunto com a Pró-reitoria de Ensino. A pró-reitora Edelcides Gondim recomenda que os diretores-gerais e auxiliares da área de ensino consultem o Guia Pronatec, que está disponível no Sistec.

Essa matriz curricular foi construída pelos pró-reitores de extensão e os consultores do MEC durante encontro promovido pela Setec, em Brasília. O grupo de trabalho elaborou o Guia Pronatec de Formação Inicial e Continuada a partir dos 12 eixos previstos no Catálogo dos Cursos Técnicos. São eles: ambiente e saúde, apoio educacional, controle e processos industriais, gestão e negócios, hospitalidade e lazer, informação e comunicação, infra-estrutura, produção alimentícia, produção cultural e design, produção industrial, recursos naturais e segurança.

As informações preliminares que devem ser alimentadas no Sistema englobam nome do curso, carga horária e número de vagas.

Só na Paraíba, a proposta inicial do Guia Pronatec prevê uma oferta acima de 20 opções de curso, com destaque para Auxiliar de Costureiro, Comprador de Moda, Costureiro, Desenhista de Moda, Disc-Jóquei (DJ), Editor de Animação, Editor de Videoteipe, Editor Gráfico, Figurinista, Fotógrafo, Ilustrador, Locutor e Apresentador, Modelista, Modelo de Passarela, Operador de Áudio, Operador de Câmera produtor Cultural, Produtor de Vídeo, Produtor Gráfico, Programador Visual Gráfico, Roteirista, Serígrafo e Vitrinista. Esse número de curso pode ser ampliado.

 O reitor do IFPB professor João Batista está entusiasmado com as perspectivas do Pronatec. Ele acredita em uma proposta consistente no campo da inclusão social, “pois trará um incremento para os programas já implantados na Rede Federal como Certific, FIC e Proeja”.
 “O Pronatec vai expandir, interiorizar e democratizar a oferta de cursos de educação profissional técnica de nível médio e de cursos e programas de formação inicial e continuada ou qualificação profissional”, destaca o reitor.

João Batista finalizou lembrando que a proposta do governo federal é formar mais de 3 milhões de profissionais até 2014.

 “Estrategicamente o MEC vai utilizar os institutos federais, escolas públicas e órgãos do Sistema 5-S (Sesc, Senai, Sesi, Senac e Senat) para alcançar esse intento”, finaliza João Batista.

 

*Filipe Donner – jornalista do IFPB