Ferramentas Pessoais
Você está aqui: Página Inicial Reitoria Notícias Secretário da administração penitenciária, Harrison Targino, realizou visita ao IFPB
Ações do documento
19/09/2011 às 13h40

Secretário da administração penitenciária, Harrison Targino, realizou visita ao IFPB

— registrado em:

O encontro entre o secretário da administração penitenciária o reitor João Batista teve a intenção de propor uma parceria entre o IFPB e a secretaria.

Secretário da administração penitenciária, Harrison Targino, realizou visita ao IFPB

Secretário visitou a reitoria do IFPB

O secretário da administração penitenciária, Harrison Targino, fez uma visita ao IFPB, no dia 16/09. Ele se reuniu com o reitor João Batista de Oliveira Silva e lançou a proposta para o estabelecimento de uma parceria entre a secretaria e o instituto.

A idéia é criar ações de capacitação profissional para os presos paraibanos. Esse tipo de parceria já acontece com outras instituições de ensino como a Universidade Estadual da Paraíba, UEPB, e a Universidade Federal de Campina Grande, UFCG.

“Nossa intenção com a reunião foi provocar o IFPB para podermos fazer uma parceria em um projeto de ressocialização de presos. Uma pareceria institucional forte com uma entidade que tem credibilidade, como o IFPB”, disse Harrison Targino.

O reitor João Batista lembrou que atualmente o governo federal tem dado um salto para capacitação da população em geral. “Os presos devem ter acesso a esse tipo de programa e nós como uma escola inclusiva, temos que dar uma oportunidade para essas pessoas terem acesso à educação com ações sócio-educativas”, destacou o reitor.

De acordo com o secretário, para que haja uma diminuição dos índices de reincidência, pois 70% dos presos que saem dos presídios brasileiros voltam ao mundo do crime em até três anos, é necessário estabelecer uma política de capacitação dos detentos. “Os resultados são em longo prazo. Mas se oferecermos um emprego ou capacitação, os presos terão uma outra oportunidade de emprego e será mais difícil haver reincidência”, ressaltou Harrison Targino.

Atualmente, segundo o secretário, nas obras públicas do governo do Estado 5% das vagas é destinada a apenados. Outra parte dos detentos trabalha no próprio presídio. “Precisamos ocupar essas pessoas. Dentre os presos que trabalham nos próprios presídios, cerca de 450 em João Pessoa, a reincidência criminal é infinitamente menor”, destacou o Harrison Targino.

Reunião com o Secretário HarrisonO professor João Batista afirmou que a capacitação da população carcerária também é necessária por causa do preconceito que o preso carrega pelo resto da vida, “já que ele não consegue se desvencilhar dessa “marca” de detento ou ex-detento”, disse o reitor.

“Essa visita já mostra a boa e justa intenção da sua pasta. Iremos estudar e fazer um projeto para direcionar ações educativas com esse foco”, disse o reitor João Batista ao secretário Harrison Targino.

Também participaram da reunião a pró-reitora de extensão, a professora Maria Edelcides Gondim de Vasconcelos e a gerente executiva de Ressocialização da secretaria de administração penitenciária, Ivanilda Gentle. Ao final do encontro eles concordaram em agendar outras reuniões com o objetivo de elaborar em conjunto um termo de cooperação.

 

*Daniela Espínola - Jornalista do IFPB