Ferramentas Pessoais
Você está aqui: Página Inicial Reitoria Notícias Primeiros Doutores técnico-administrativos do IFPB
Ações do documento
19/06/2013 às 09h10

Primeiros Doutores técnico-administrativos do IFPB

— registrado em:

Eles são exemplo de dedicação e perseverança

Dois servidores técnico-administrativos do IFPB conquistaram o grau máximo de qualificação profissional: são Doutores em suas áreas. Dayse Ayres do Nascimento Freires, da Reitoria, e Miguel Wanderley de Andrade, do Campus Sousa, são exemplos de dedicação e perseverança a serem seguidos.

A Psicóloga Organizacional Dayse Ayres do Nascimento Freires tem 32 anos e sempre levou a serio o gosto pelos estudos. Aos 14 anos veio de Mamanguape estudar em João Pessoa onde morou com familiares. Em 2005 terminou Psicologia no Unipê e em 2008 concluiu o mestrado na UFPB. Resolveu então entrar no mercado de trabalho e lecionou em faculdades particulares.Dayse Nascimento

Em 2010 foi nomeada no IFPB para o Campus Monteiro e dois anos depois conseguiu remoção para João Pessoa, onde atua como Psicóloga Organizacional no Departamento de Gestão de Pessoas. No ano passado concluiu o Doutorado em Psicologia pela UFPB, sendo a primeira servidora técnico-administrativa da Reitoria do Instituto Federal a galgar tal posição.

Dayse é a mais velha de três irmãs e fala com orgulho dos pais “Devo a eles tudo que sou hoje em dia”. Para ela, dedicação e disciplina são fundamentais na conquista de um objetivo. “Muitas vezes as pessoas procuram um Mestrado ou Doutorado apenas para aumentar o salário, mas não é bem assim. Isso agrega muito mais conhecimento pessoal e profissional, permite uma visão críticas das coisas e dá suporte para você atuar em várias áreas” disse.

Quem pensa que Dayse pensa em parar de estudar, está enganado. Sua meta agora é fazer o curso de Direito. “Todo esforço tem renúncia, tem cansaço, horas de estudo, mas vale à pena” concluiu.

O outro exemplo vem do Campus Sousa. O agrônomo Miguel Wanderley de Andrade é natural do Ceará e tem 50 anos Ele ingressou como técnico-administrativo no IFPB em 1989 e trabalha no laboratório de Solos.Miguel Wanderley

Miguel Wanderley concluiu Agronomia em 1998, fez licenciatura em Ciências Agrárias em 1994 e quatro anos depois concluiu o mestrado pela UFC. Em 2012 terminou o doutorado pela UFERSA em Fitotecnia. “Mesmo discordando de alguns que diziam não valer a pena fazer nenhum tipo de pós-graduação, conclui o curso, pois via que ela abria possibilidades, não financeira, mas no campo profissional” disse.

 

 

Ascom do IFPB