Ferramentas Pessoais
Você está aqui: Página Inicial Campi João Pessoa Notícias Estudante do IFPB comenta participação no Parlamento Juvenil no Uruguai
Ações do documento
21/10/2010 às 09h03

Estudante do IFPB comenta participação no Parlamento Juvenil no Uruguai

Rafael de Souza Mendonça participou dos debates do Mercosul com jovens argentinos, uruguaios, paraguaios, bolivianos, colombianos e outros brasileiros.

Estudante do IFPB comenta participação no Parlamento Juvenil no Uruguai

Rafael de Souza

O Parlamento Juvenil do Mercosul que reuniu estudantes do Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai terminou nessa segunda-feira, em Montevidéu, Uruguai. O aluno do Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB), Rafael de Souza Mendonça, do Curso Técnico Integrado ao Ensino Médio de Eletrotécnica, do Campus João Pessoa, foi o selecionado da Paraíba para participar dos debates juntamente com 26 estudantes brasileiros.

O evento contou com a presença do presidente do Uruguai, José Mujica, e dos chanceleres do Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai. No dia 18, na 26ª sessão plenária do Parlamento do Mercosul (Parlasul), os participantes do primeiro Parlamento Juvenil do Mercosul leram uma declaração contendo propostas na área da educação. Este ato marcou o encerramento do encontro dos 126 jovens, que têm entre 14 e 17 anos, e que começou no sábado, 16.

Rafael disse que a viagem superou suas expectativas, quanto ao aprendizado cultural. Ele viajou na sexta e esteve envolvido nas discussões onde a barreira do idioma foi um desafio a mais. “Os brasileiros eram minoria e era difícil se comunicar em espanhol. Tinham quatro intérpretes, mas elas não conseguiam dar a ênfase necessária na argumentação, achávamos que ficava um pouco resumido”, comentou.

O texto final foi elaborado de forma coletiva e Rafael participou ativamente dos debates prévios. “Eu fui responsável por angariar apoio para as propostas do Brasil. O encontro foi muito positivo, não teve o clima de competição da seleção em Brasília. Todo mundo tinha o mesmo direito”, ressaltou o estudante, lembrando da seletiva que reuniu cerca de 100 estudantes de diversos Estados. Ele participou juntamente com dois estudantes de Campina Grande e foi o escolhido para ir ao Mercosul.

A viagem ainda foi produtiva como enriquecimento cultural. Eles visitaram o Espaço Cultural de Montevidéu, o estádio centenário onde ocorreu a primeira Copa do Mundo e o Congresso do Uruguai. Uma das atividades emocionantes, segundo Rafael, foi ouvir uma orquestra formada por crianças com menos de sete anos de idade e a orquestra juvenil de Montevidéu. Apesar do cansaço dos voos e da difícil adaptação com a comida, ele frisa: “valeu a pena demais!”. O aluno do IFPB falou até com o Ministro das Relações Exteriores do Brasil, Celso Amorim, que ressaltou a importância dos jovens para o Parlamento.

Rafael é aluno do 4ª ano e seu olhar crítico sobre a sociedade já lhe garantiu um prêmio local do Tribunal Regional Eleitoral, no ano passado, com uma redação sobre o voto consciente. Para a seleção do Mercosul, a facilidade com a escrita contou pontos, ele fez uma redação com o tema “Jovem e Cidadania”.

No documento escrito pelos jovens brasileiros, argentinos, uruguaios, paraguaios, bolivianos e colombianos, são abordados cinco eixos temáticos na educação: inclusão, gênero, trabalho, participação cidadã e direitos humanos. “Temos nas nossas mãos a construção de um projeto de vida, mas queremos espaço e voz para levar as propostas adiante. Que os parlamentares nos ajudem a construir o ensino médio que queremos”, disseram os estudantes em um trecho do documento. Os alunos também sugeriram que o parlamento juvenil se reúna a cada dois anos. Entre as propostas está a criação de uma equipe multidisciplinar nas escolas, composta por psicólogos e pedagogos; a garantia de um ensino médio público obrigatório, laico e gratuito; a melhoria do transporte e alimentação para os alunos; e a criação de projetos para preservação do meio ambiente. 

 

Ana Carolina Abiahy - jornalista do IFPB